Altman: Qual a aposta da direita para 2018?